R. Bom Jesus, 758 - Juvevê - Curitiba - PR

Morfologia de Kruger

O método de morfologia de Kruger foi criada por um cientista africano chamado Thinus Kruger. Onde recebeu esse nome porque foi realizado de maneira extremamente rigorosa, de maneira com que os espermatozoides com formato mais perfeitos fossem aprovados por essa avaliação.
Essa técnica é considerada um dos indicadores da qualidade e viabilidade dos espermatozoides e, consequentemente, sua capacidade de fertilizar o óvulo.

Para realizar a análise da morfologia dos espermatozoides, o material é fixado em lâmina e corado. Os espermatozoides são analisados em microscópios ópticos com ampliação de 1000 vezes.

Os defeitos da morfologia podem ser observados em diferentes pontos do espermatozoide, como na cabeça (onde é o compartimento espermático que contém o material genético, ou seja, toda a informação necessária para a geração embrionária), peça intermediária ou pescoço (nesse compartimento estão as mitocôndrias, que são responsáveis pelo abastecimento energético dos espermatozoides), e a cauda (porção do espermatozoide responsável pelo movimento).

Os espermatozoides com a cabeça com formato oval e com a parte intermediária e cauda perfeitas, são os que têm maior chance de fertilização, portanto, é uma importante ferramenta que determina o sucesso da fertilização in vitro (FIV), da inseminação intrauterina (IIU), bem como chance de obter gravidez pela via natural.

Após a contagem de 200 espermatozoides, calcula-se a porcentagem das formas normais, que pelos critérios da Organização Mundial da Saúde (WHO, 2010), o valor de referência da morfologia de Kruger deve ser ≥ 4%.

Venha conhecer de perto!

Nossa equipe está empenhada a lhe atender. A Androlab tem como diferenciais a sua equipe de profissionais e a sua estrutura clínica-laboratorial em todas as áreas da reprodução assistida. Faça uma consulta e avaliação conosco para um plano de tratamento pessoal e conheça os nossos funcionários amigáveis e profissionais.

Agende sua Avaliação